ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Veja cativeiro onde parte de família desaparecida no DF supostamente ficou; Polícia investiga mortes

 




Polícia Civil do Distrito Federal encontrou o local onde, supostamente, Renata Juliene Belchior, de 52 anos, e Gabriela Belchior Oliveira, de 25 anos, foram mantidas reféns por cerca de cinco dias. Elas são duas das oito pessoas da mesma família desaparecidas no DF desde a semana passada.

FAMÍLIA DESAPARECIDA NO DF

As mulheres eram sogra e cunhada da cabeleireira Elizamar Silva, e, respectivamente, avó e tia dos filhos dela. Os parentes sumiram. Thiago Gabriel Belchior de Oliveira, marido de Elizamar, e Marcos Antônio Lopes de Oliveira, sogro da moça, também estão desaparecidos.

Três pessoas foram presas por suspeita de envolvimento no caso. Em depoimento, um deles, identificado como Horácio Carlos Ferreira Barbosa, de 49 anos, relatou que ele e o comparsa, Gideon Batista de Menezes, de 55 anos, receberam R$ 100 mil de Thiago Belchior e Marcos Antônio para matar a cabeleireira, os três filhos dela, além de Renata Juliene e de Gabriela Belchior.  

À Polícia, o homem disse que Elizamar e os filhos foram mortos primeiro, já mãe e filha teriam sido mantidas no cativeiro por cinco dias. Nesse período, eles teriam tentando extorquir Renata, que, conforme a Polícia detalhou ao g1, teria recentemente vendido uma casa por R$ 400 mil. As autoridades acreditam que Marcos Antônio queria matá-las, ficar com o dinheiro e fugir com a amante e a filha dela — que tiveram o envolvimento com o caso apontado pelo suspeito. 

Ao não conseguirem extrair a quantia das vítimas, eles decidiram levá-las de carro para Unaí (MG), onde as asfixiaram e as mataram. No último sábado (14), o veículo de Marcos Antônio foi achado queimado, no município, e com dois corpos dentro dele. 

A informações fornecidas pelo suspeito ainda vão ser confirmadas pela investigação, alertou o delegado da 6ª Delegacia de Polícia do Paranoá Ricardo Viana ao portal g1.

ENTENDA O CASO

O caso começou ainda na última quinta-feira (12), quando Elizamar Silva e três filhos sumiram. No dia seguinte ao desaparecimento, o veículo dela foi encontrado com quatro corpos dentro, próximo à cidade de Cristalina. A vítima é dona de um salão de beleza no Distrito Federal e desapareceu após sair em busca do marido, que estava na casa da sogra, no Itapoã. 

Segundo a filha mais velha, que concedeu entrevista à TV Globo, a família reconheceu o veículo e está aguardando o resultado do exame de DNA feito pelo Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia para identificação dos corpos.

No domingo (15), uma ocorrência foi registrada na 33ª Delegacia de Polícia, em Santa Maria, registrando o desaparecimento do companheiro de Elizamar Silva, dos pais dele e da irmã. 




nanomag

Radialista Publicitario e Líder dos movimentos sociais.


0 thoughts on “Veja cativeiro onde parte de família desaparecida no DF supostamente ficou; Polícia investiga mortes

    Comente! Expresse sua opinião sobre o assunto ou sobre a dinâmica do site e nos ajude a evoluir!