ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Manaus chega ao pior momento da pandemia: oxigênio começa a acabar em unidades de saúde

 

A crise no abastecimento de oxigênio dos hospitais da rede pública do Amazonas começa a se intensificar e familiares de pacientes correm para comprar, por conta própria, cilindros de oxigênio para seus parentes internados com a Covid-19. A equipe de A CRÍTICA flagrou, na manhã desta quinta-feira (14), a correria de familiares e funcionários do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), na Zona Sul de Manaus, enquanto o estoque da unidade hospitalar chegava ao fim.

Na entrada do hospital, a equipe de reportagem registrou a chegada de diversos cilindros de oxigênio durante toda a manhã, transportados por carros particulares e ambulâncias da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Uma funcionária da ambulância afirmou que os cilindros seriam levados à Unidade de Tratamento Intensivo do (UTI) do HUGV. Chorando, uma funcionária do hospital, que não quis se identificar, afirmou que o recurso havia se esgotado.

Por meio de nota, a assessoria do hospital confirmou estar ciente da falta de oxigênio da unidade hospitalar e disse estar buscando solução imediata para o grave problema.

“O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) informa que tem conhecimento sobre a falta de oxigênio que afeta, não apenas este hospital, mas toda a cidade de Manaus e continua apoiando as ações do Ministério da Saúde, órgão que coordena os esforços de combate à Covid-19 no Estado. Cabe destacar que o HUGV tem contrato vigente de fornecimento de oxigênio e, mesmo estando em contato com a fornecedora e até mesmo outras empresas há dias, o HUGV não recebeu o suficiente para atender a sua demanda. O HUGV reforça que não está medindo esforços para solucionar o problema no menor prazo possível”, informou a nota oficial.

Fonte: acritica.com



nanomag

Radialista Publicitario e Líder dos movimentos sociais.


0 thoughts on “Manaus chega ao pior momento da pandemia: oxigênio começa a acabar em unidades de saúde

    Comente! Expresse sua opinião sobre o assunto ou sobre a dinâmica do site e nos ajude a evoluir!