ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Empresário é investigado por morte de funcionária de pousada no litoral do Ceará

 



Liliane Marques dos Santos, de 32 anos, foi levada ao Hospital de Fortim, no Litoral Leste do Ceará, no último sábado (6), como paciente com um caso de overdose e morreu no domingo (7). Entretanto, os sinais de violência presentes no corpo da mulher levaram a Polícia Civil do Ceará (PC-CE) a investigar o caso.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirmou, por nota, que a Delegacia Regional de Aracati "realiza diligências para elucidar os fatos". "Conforme apurações iniciais das equipes policiais, a vítima foi localizada em uma pousada com sinais de violência. A mulher foi socorrida, mas não resistiu e morreu", informou.

Segundo a SSPDS, um suspeito já foi identificado. A reportagem apurou que se trata de um empresário do ramo de turismo, que se apresentava como amigo de Liliane dos Santos e que costumava se encontrar com ela. A identidade dele é preservada pela Polícia para não prejudicar as investigações.

A causa da morte ainda é investigada pela Polícia. "Somente após laudo da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) é que será possível confirmar a causa da morte. Mais detalhes serão repassados em momento oportuno para não comprometer o trabalho policial em andamento", alega a Secretaria.

Uma familiar de Liliane dos Santos, que pediu para não ser identificada, contou ao Diário do Nordeste que a vítima já havia chegado em casa com o pescoço com manchas vermelhas, depois de um encontro com o empresário. Desde então, ela passou a rejeitar contato com o mesmo.

Entretanto, no último sábado (6), depois de muita insistência do amigo, Liliane aceitou sair com ele. Depois de passarem por alguns lugares da cidade, vítima e suspeito terminaram em uma pousada onde a jovem trabalhava.

Foi quando ele fez isso com ela. Bateu muito na cabeça dela, quebrou os dedos dela, outras partes do corpo. Às 2h da madrugada, ele deu entrada com ela no hospital. Antes disso, ele passou na mãe dela e disse que ela teve uma overdose. Mas a família desconfiou logo, porque quando ele chegou, ela tava com um calombo na cabeça, com a boca sangrando, o olho roxo, já estava sem vida. E ele tava com o braço mordido e arranhado. Foi ela tentando se salvar, mas ela não conseguiu."
FAMILIAR DA VÍTIMA
Identidade preservada

A família de Liliane Marques dos Santos acredita que o empresário espancou e matou a jovem e pede pela prisão do mesmo. "Ele premeditou tudo. Matou, levou para o médico e, até agora, por isso ficou. Não tem coisa melhor para provar do que as fotos, a menina toda machucada, as mãos quebradas. Nós queremos justiça!", enfatiza outra familiar da vítima.

POLÍCIA RECEBE INFORMAÇÕES SOBRE O CASO

A SSPDS destacou que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp - pelo qual podem ser enviadas mensagens, áudios, vídeos e fotografias.
 
As denúncias podem ser feitas também para o número (88) 3446-2601, da Delegacia Regional de Aracati. O sigilo e o anonimato são garantidos pela Secretaria da Segurança Pública.



nanomag

Radialista Publicitario e Líder dos movimentos sociais.


0 thoughts on “Empresário é investigado por morte de funcionária de pousada no litoral do Ceará

    Comente! Expresse sua opinião sobre o assunto ou sobre a dinâmica do site e nos ajude a evoluir!