ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Search

Ex-princesa do Catar encontrada morta na Espanha: O que se sabe e o que falta saber


Kasia Galliano em imagem sem data — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Kasia Galliano em imagem sem data — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Kasia Gallanio, ex-integrante da família real do Catar, foi encontrada morta no seu quarto na madrugada deste domingo (29).

Ela tinha nacionalidade polonesa e americana, e morava sozinha em Marbella, na Espanha. Ela morreu aos 45 anos.

O corpo só foi encontrado porque uma filha de Kasia, que mora em Paris, telefonou para a polícia da Espanha porque não conseguia se comunicar com a mãe.

Veja o que se sabe e o que falta saber do caso:


Qual foi a causa da morte?


Quando a polícia entrou no quarto não viu nenhum sinal de ferimento ou de agressão no corpo.


A hipótese inicial gira em torno de uma possível overdose de drogas, mas ainda não há confirmação da perícia.


Qual a sua ligação com a família real do Catar?


Kasia é ex-mulher do tio de Tamim Bin Hamad Al Thani, atual emir do Catar.

Quando era parte da família real, a mulher teve três filhas, duas delas gêmeas que hoje têm 17 anos. A terceira tem 15.


O que gerou a separação?


Entre outros pontos, há uma acusação de Kasia contra seu ex-marido de que ele tocava inapropriadamente nas filhas.

A mulher e o ex-marido brigavam na Justiça pela guarda das três filhas que os dois tiveram.

De acordo com uma reportagem do jornal francês “Le Parisien”, a Justiça aguardava uma prova pericial psicológica de Gallanio.

A disputa judicial começou há dez anos, em 2012.


Acusações de assédio


O ex-marido de Kasia, Abdelaziz bin Khalifa Al-Thani (73), também foi alvo de uma denúncia da própria filha contra ele.

Uma das suas três filhas com Kasia relatou à polícia que ele teria cometido agressões sexuais contra ela quando tinha idade entre 9 e 15 anos.



nanomag

Radialista Publicitario e Líder dos movimentos sociais.


0 thoughts on “Ex-princesa do Catar encontrada morta na Espanha: O que se sabe e o que falta saber

    Comente! Expresse sua opinião sobre o assunto ou sobre a dinâmica do site e nos ajude a evoluir!